PAPO DE MULHER: MINHA RELAÇÃO COM CONTRACEPTIVOS!

Caso não possa ler o conteúdo é só dar o play e escutar.

Eu sei, eu sei, esse tipo de assunto, pode gerar uma tremenda polêmica. Por que alguns são a favor, outros contra...Mas eu quero muito compartilhar a minha experiência, pois foram vídeos e textos de outras mulheres que eu fui “buscando conforto” nas mudanças e conversas que fui tendo com a minha médica. É pra ser, uma conversa de amiga, de mulher para mulher.

Então se você é contra e abomina falar sobre esse assunto, respira! Não precisa comentar nada agressivo ou criticar o rumo da minha história, porque nem vai adiantar. Eu escuto minha médica, que me atende há mais de 14 anos, me viu crescer, acompanhou desde a minha primeira menstruação, então leia meu relato, e se quiser compartilhar a sua experiência sobre este tema, vou adorar ler e conversar contigo. Beleza mana?

Se você acompanha o blog, deve lembrar de um post em que compartilho as mudanças de hábito que eu tenho feito na minha vida. Se você não lembra, clique aqui e confira, assim você irá compreender mais sobre as coisas que irei comentar por aqui.

Bom, eu comecei uma mudança total na minha vida, pq descobri que estava com a saúde debilitada, com isso eu comecei a tomar alguns remédios para controlar algumas coisas no meu corpo. Um desses remédios, cortava o efeito do anticoncepcional que eu tomava, então, por isso eu resolvi parar de tomar o AC,  até finalizar meu tratamento com esse remédio forte.

E mulher, foi loucura, loucura, loucura! Eu tomo AC há muitos anos, por conta do SOP, mais conhecido como Síndrome do ovário policístico (que hoje está controlada e o anticoncepcional eu tomo como prevenção, evitar gravidez). Então fazia muito tempo que eu não via meu corpo “ao natural”, sem o hormônio do anticoncepcional. 

Eu fiquei ao todo sete meses, quase oito meses, sem o AC, e meu corpo mudou completamente. Primeiro que eu desinchei horrores, minha retenção de líquido diminuiu muito e consequentemente facilitou a minha perda de peso. 

Meu humor mudou completamente, antes com o AC, eu tinha muitas oscilações de humor, na TPM então, isso piorava três vezes mais. Meu marido que lute, hahahahaha!

Falando em Marido… minha líbido foi lá pra cima, rs! Não querendo me expor, mas já me expondo, eu já era bem “safadinha” tomando o anticoncepcional, depois que eu parei, menina, o negócio pegou fogo! HAHAHA Meu marido que lute² hahahahahaha. 

Até aí tranquilo né minha gente? Só coisas positivas, mas depois de um mês e alguns dias, a coisa começou a “complicar”. Meu cabelo e minha pele passaram a ser extremamente oleosos, mas muito mesmo, sem brincadeira. Eu não podia ficar um dia sem lavar o cabelo!

E a minha pele também, era óleo puro e consequentemente começou a sair várias espinhas na região do queixo, testa e nariz. Mas assim, eram espinhas grandes e bem inflamadas. A quantidade de cravinho parece que triplicou no meu rosto. Ah, e detalhe, não foi só no rosto não, as costas também começou a encher de pequenas espinhazinhas, sabe? Vermelhinhas e com a pontinha bem amarelada. 

Eu passei a ter uma cólica absurda, principalmente nos primeiros meses. Coisa que antes eu nunca sentia. E claro, a menstruação ficou extremamente desregulada. Vários testes de gravidez foram feitos por conta desse desregulamento. HAHAHAHHAHAHAHA rindo de nervoso! Mas relaxa que não estou grávida. 

Os primeiros meses foram tensos demais, ao mesmo tempo que eu estava descobrindo coisas legais sobre meu corpo, eu também estava tentando lidar com as mudanças físicas e de humor que estavam acontecendo. Sabe quando um aplicativo de celular da bug, trava a tela, aí do nada fecha o app, abre outro, o celular fica doido? Então, meu corpo parecia que estava passando por um bug, rs! Tentando entender o que estava acontecendo e o que ele tinha que fazer. 

Depois de uns quatro meses, as coisas foram se acertando e eu comecei a me entender mais com o meu “novo corpo”. Parecia que ele estava entendendo melhor o que estava rolando, rs!

O humor, a líbido melhoraram bastante, mas a pele e o cabelo continuavam extremamente oleosos, e eu sempre estava acompanhada de uma espinha bem inflamada no queixo ou na testa. Hehehehehe

Os meses foram passando e eu já estava lidando melhor com tudo, a oleosidade em excesso permaneceu, mas as espinhas aos poucos foram indo embora, até porque eu nunca tive grandes problemas com espinhas, até mesmo na adolescência. O pior momento foi nessa época em que deixei de tomar AC, mas nada comparado ao que outras mulheres passam.

Aquela cólica que mencionei ali em cima, permaneceu também. Mas gente, quando eu falo cólica forte, é forte mesmo, sem mentir, eu sentia muita dor nas costas e no pé da barriga, sabe? Quem sofre com cólicas menstruais irá me entender.

E aí vem a pergunta, Nay você voltou a tomar AC? 

E a resposta é não! Mas estou usando outro método contraceptivo hormonal, que é o anel vaginal. Não vou explicar muito sobre, pois não sou médica. Mas explicando de forma bem leiga, basicamente é um anel, que você introduz na vagina e aos poucos ele vai soltando hormônio. Depois de um tempo, você retira o anel e deixa a menstruação vir ou se quiser pode emendar um no outro, sem a pausa. 

E por que eu optei por esse método? 

Claro, eu não mudei do dia pra noite, tudo foi bem conversado com a minha ginecologista, que por sinal me conhece a anos. Eu contei pra ela tudo o que escrevi aqui pra vocês, falei das melhorias que ficar sem o AC me trazia e os pontos negativos também. 

De começo eu queria muito por o DIU, mas no momento não posso, por vários fatores, que não cabe contar aqui. Então, conversando com a minha ginecologista, fazendo exames, chegamos a esse método contraceptivo, o anel. 

Mais pra frente eu quero colocar o DIU. Se você que está me lendo ou ouvindo, e usa o DIU, compartilhe comigo a sua experiência. 

E como tem sido usar o anel?

Olha minha gente, até o momento está tudo de bom, rs! E o mais legal é que pouca coisa mudou de quando eu estava sem o AC. Continuo com o humor mais equilibrado (podemos dizer), a líbido tá ótima (ui,ui,ui), a pele e o cabelo melhoraram, ainda continuam oleosos, mas bem menos do que antes e agora, pontualmente, aparece uma espinha aqui, outra ali. Então comigo funcionou super bem! 

Maaaaaas, quero deixar um alerta bem grande e enorme aqui. Esse post é para te contar a minha experiência sem o AC, um papo de amiga mesmo. Não quer dizer que pra você vai acontecer as mesmas coisas e tudo irá ocorrer do mesmo jeito.

Cada corpo é um corpo, não somos iguais, por isso é de extrema importância que vocês procurem ajuda MÉDICA! Não queira mudar seus medicamentos só por conta desse post que você está lendo na internet. Faça exames, converse com seu ginecologista e junto com o seu MÉDICO de confiança, você irá chegar em um contraceptivo bacana para o seu caso. Claro, se isso for da sua vontade. 

Eu quis compartilhar isso contigo, pois sei que muitas mulheres querem parar de tomar o AC, e eu acho isso super legal, mas é bom contar os pontos positivos e negativos dessa escolha. 

E também tem o outro lado, mulheres que querem usar um contraceptivo diferente da pílula. Como eu passei e estou passando por essas duas fases, achei interessante compartilhar com vocês, pois ler o relato de outras pessoas pode dar uma clareza melhor e você pode apresentar alguns pontos ao seu médico que antes você não tinha parado para pensar. 

Foi conversando com as minhas amigas, assistindo e lendo alguns relatos que eu tive uma clareza maior do que perguntar, o que relatar para a ginecologista. 

Quero reforçar aqui, que não estou indicando nada para ninguém, eu não sou médica, não sou da área da saúde. Aqui eu contei o que eu vivi, o que eu percebi e como tenho ido até o momento. Se você ficou com alguma dúvida, tem interesse em parar ou mudar de AC, anote todas as suas dúvidas no papel, para não esquecer, e leve na sua próxima consulta com a ginecologista. Combinado? 

Ah, e se sentir à vontade, compartilhe com a gente a sua experiência com o AC ou sem ele também. Obrigada por ler até aqui, um beijo com muito carinho, Naiady Souza.

Está gostando? Compartilhe...

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on pinterest

8 respostas

  1. Também tenho SOP, tomei AC por 10 anos, até que comecei a pesquisar mais sobre a síndrome e resolvi trocar de método. Quando parei o AC (sem consultar ninguém), tive queda de cabelo, espinha, pele oleosa e um pouco de cólica. Logo procurei minha médica e já na primeira consulta decidimos pelo DIU, pois eu já havia pesquisado e ela achou que seria melhor também.
    Coloquei o DIU, tive algumas cólicas no início, mas tem sido uma experiência muito boa. Vai fazer 7 meses e quase não tenho mais menstruação, reduziu bem.
    Quanto a SOP, estou buscando mudar a alimentação para reduzir os sintomas. Infelizmente muitos médicos não nos contam quão complexa a síndrome é, nem como ela pode desregular todo nosso corpo ou os riscos que ela traz.
    Para pele, estou usando água de melaleuca e sabonete de açafrão da Relax, maravilhoso, reduziu a oleosidade e as espinhas.
    É isso, importante é se cuidar e ter sempre acompanhamento.
    Beijos.

  2. Oi,
    Muito legal vc compartilhar sua experiência.
    Também parei com AC depois de tomar por 14 anos. E os efeitos foram exatamente os que vc relatou, exceto pela cólica que sempre tive mesmo com o AC. Estou a 1 ano e meio sem tomar, e agora percebo que as espinhas diminuíram, assim como a oleosidade da pele. Claro que também tem o fator “máscara” que contribui muito para oleosidade no meu rosto. Mas apesar desse ponto negativo, ainda acho que para mim tem mais prós do que contras hehehe.

    1. Oi Kellen, sim guria, os prós são bem maiores que os contras! ♥ E sobre o fator máscara, nossa real demais, depois que passei a usar máscara fico u muito mais fácil surgir espinhas, principalmente na região em que a máscara cobre. :/ Obrigada por comentar ♥

    2. Com certeza tem mais prós do que contra, mas ainda não consigo ficar sem hehehe acredito que os efeitos ficam por um tempo depois o corpo vai se adaptando. Obrigada por compartilhar sua experiência comigo! ♥

  3. Tomei anticoncepcional por muitos anos, e há 2 anos parei totalmente com o remédio para tentar engravidar, vi muita diferença em meu corpo depois que parei de tomar o AC, antes eu praticamente não tinha líbido, nem sentia falta, hoje em dia meu marido que agradece rsrsrs, as espinhas que eu não tinha vieram e com força, mas meu humor e meu corpo mudou muito depois que parei, hoje em dia não uso nennhjm contraceptivo faço somente tabelinha e desde o começo ela sempre deu certo, bate os dias certinho. AC foi me receitado por conta de ovários policísticos, comecei e fiquei tomando por anos. Hoje em dia estou bem graças a Deus, mas a mudança do pós AC é nítida.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimos Posts