MINHA VIAGEM PARA ORLANDO-DISNEY | Como foi a minha viagem?

orlando1

Se você me segue no Instagram, provavelmente, deve ter visto um pouquinho da minha viagem para Orlando e por aqui eu vou te contar em detalhes qual foi nosso roteiro e como nos organizamos para realizar esta viagem.

 

Nós compramos essa viagem em 2020, em uma promoção da Hurb. O banner da promoção apareceu nas minhas redes sociais e foi impossível não comprar, pois, estava incluso no pacote 8 noites no hotel em Orlando, passagem de ida e volta por apenas R$ 1.200,00 por pessoa. Quando eu e o Lucas, meu marido, vimos, não resistimos e compramos. 

 

A viagem era para acontecer em 2021, mas veio a segunda onda da pandemia e foi adiado para 2022. Chegou 2022, estava tudo certo para irmos para Orlando, mas veio o furacão Ian quatro dias antes da nossa viagem.

 

O furacão entrou na Flórida como categoria 4, de uma escala de 1 a 5, e dependendo de como ele passasse em Orlando, nossa viagem seria cancelada, mas por sorte, o furacão Ian chegou em Orlando, apenas, como uma tempestade tropical, derrubou algumas árvores e alagou algumas regiões da cidade, mas logo tudo foi se normalizando e assim nossa viagem foi liberada para acontecer.

E uma pergunta que me fazem bastante é: Como funcionam os pacotes da Hurb. Vou explicar aqui.

 

Assim que você comprar o pacote, você irá responder um formulário dando três possíveis datas que seria legal para você viajar, no caso meu e do Lucas, assim que compramos o pacote, nós colocamos como opção de data o mês de maio, junho e novembro. 

 

Essas datas são apenas para a Hurb ter uma noção de quando seria legal você ir, mas não quer dizer que você irá viajar nessas datas, pois a ideia do site é, você comprar o pacote e eles ficam procurando passagens promocionais em datas próximas aos dias que você colocou como opção. Tanto é que, mesmo colocando as opções que citei acima, a nossa viagem aconteceu em outubro de 2022, pois foi a data que a Hurb encontrou passagens promocionais para Orlando. 

 

Assim, que você aceita a opção de data sugerida pela Hurb, sua passagem já fica ativa, mas você só receberá a confirmação oficial da viagem 45 dias antes da data do voo, ou seja, você só fica sabendo todas as informações da viagem (horário de voo, nome do hotel…), 45 dias antes da data que aparece na passagem.

 

Dito isso, aqui já fica um conselho: a Hurb funciona para pessoas que possuem agenda flexível, ou seja, que podem sair e viajar a qualquer momento, sem necessariamente ser apenas no começo ou final do ano. 

 

Então, a gente colocou as opções de datas, mas a Hurb achou as passagens em outubro e nós aceitamos ir no dia 01-10-2021 até o dia 09-10-2022.

orlando3

Como comentei, no nosso pacote da Hurb, estava incluso apenas o hotel e as passagens, passeios e refeições seriam por nossa conta. Assim que recebemos a nossa confirmação de viagem, 45 dias antes do voo, eu e o Lucas sentamos para organizar o roteiro do que iríamos fazer em Orlando. 

 

E assim gente, para Orlando tem que fazer roteiro, tem que se planejar, pois, a cidade tem tanta coisa, que se você não faz planejamento, você fica perdido por lá. 

 

Começamos a pesquisar os parques, quais seriam do nosso interesse, lojas que gostaríamos de ir, o que fazer em Orlando, quais restaurantes seria legal de comer, quais tem boas avaliações no Google, e assim, fomos, pesquisa atrás de pesquisa. 

 

Depois de pesquisar bem, decidimos que iríamos em alguns outlets, no parque da Universo e em três parques da Disney, escolhemos os que mais fariam sentido para o nosso gosto de brinquedos e apresentações. E aí sim, começamos a montar o roteiro. 

 

Nós chegamos no dia 01 de Outubro, um sábado, mas já era bem tarde, então basicamente descemos no aeroporto de Orlando, passamos pela imigração, que foi bem tranquilo, o guarda só perguntou quantos dias iríamos ficar em Orlando e quanto de dinheiro tínhamos, e em seguida fomos para o setor de aluguel de carros.

 

Orlando é uma cidade muito grande e uma coisa fica muito distante da outra, então nas nossas pesquisas e contas, percebemos que o melhor para o nosso caso seria alugar um carro para se locomover dentro da cidade. 

 

Alugamos o carro com a Fabiana Turismo, enquanto ainda estávamos no Brasil, pagamos o total de R$ 2.500,00 por sete dias com o carro. Ela fez todo o trâmite com a empresa de aluguel de Orlando, que no caso, alugamos pela Thrifty.  Então, como fechamos o carro quando ainda estávamos no Brasil, só chegamos no balcão da empresa, mostramos o comprovante de aluguel, finalizamos alguns pontos como:  se iremos devolver o carro com tanque cheio ou vazio, se queríamos o sun pass (tipo um sem parar de lá) e fomos pegar o carro. 

 

O legal de lá, é que você paga pela categoria, ou seja, nós alugamos o carro da categoria SUV econômico, quando fomos pegar o carro, a gente podia escolher qualquer modelo dessa categoria que estivesse disponível na hora.  Então, optamos por pegar um carro que não tem aqui no Brasil, que foi o SUV Subaru na cor grafite.

 

Carro em mãos, partimos para o hotel. Dirigir por Orlando é muito tranquilo, nossa CNH vale por lá, desde que seja a carteira definitiva e esteja dentro do prazo de validade, então não é necessário tirar a CNH internacional, basta apresentar a sua carteira de motorista tradicional no balcão da empresa de aluguel de carros.

 

Dirigir por Orlando é muito tranquilo, o Lucas foi o piloto da rodada e teve boas experiências por lá. Uma dica é pesquisar algumas regras de trânsito, para não correr o risco de cometer alguma infração, pois as multas lá são bem altas. Algumas dicas:

 

  • Evite estacionar com o carro para frente, a maioria dos carros de lá, só possuem placas na parte de trás, então é importante deixar a placa sempre visível.

  • Fique atento na sinalização de velocidade, lá não é por quilômetros, e sim milhas, então preste atenção.

  • Lá eles não param o carro muito perto um do outro, então sempre que for parar no sinaleiro, deixe uma boa distância do outro carro.

  • Quando tiver placa de PARE, realmente pare o carro, não dá pra fazer igual no brasil, que a gente vai andando devagarzinho, tem que parar mesmo, é lei.

Dia 02-10-2022, domingo, segundo dia de viagem.

 

Depois que pegamos o carro no sábado nós só fomos pro hotel e dormimos. 

 

O hotel em que ficamos, que estava incluso no pacote da Hurb, era o Rosen Inn Lake Buena Vista. Um hotel bem ok, o quarto tinha duas camas de casal, armário, TV, banheiro com banheira, uma pia ampla, ar condicionado, frigobar, microondas e cafeteira. Tudo o que precisávamos, único ponto que deixo aqui é o carpet, pra quem é alérgico é complicado, mas nada que um remedinho não resolva, rs!

 

Acordamos no domingo e fomos tomar café em algum lugar típico americano, escolhemos vários lugares com essa pegada, que o pessoal de lá frequenta, pois assim viveríamos a cultura deles. 

 

Nossa parada foi no Denny’s, um lugar com café da manhã bem reforçado. Eu pedi o prato fit de café da manhã que vinha, ovos mexidos com espinafre, linguiça, bacon e frutas, acompanhado de um suco de laranja, já o Lucas pediu a especialidade da casa ovos mexidos, bacon, linguiça, batata e toast com banana acompanhado de café. 

 

A comida é saborosa, porém bem gordurosa, até mesmo o prato fit, mas deu pra reforçar bem o buxinho e assim aguentar o rolê da parte da manhã, que foi fazer compras. 

 

Nós aproveitamos e fomos conhecer alguns outlets da cidade, lá em Orlando tem uma variedade de opções, vale a pena reservar um dinheiro para comprar alguns itens por lá, pois mesmo sendo em dólar, tem algumas coisas que compensam demais. 

 

Nós fomos no Outlet Loop e no Outlet Premium, esses dois possuem uma variedade de lojas e dá pra comprar bastante coisa. Meu objetivo era comprar makes e tênis e o do Lucas era comprar tênis e um computador novo. 

 

Lá para o meio da tarde, resolvemos comer o famoso Shake Shack, que é um hambúrguer bem delicioso. Fomos no Shake Shack que tem no Icon park, pois iriamos aproveitar e dar uma volta na roda gigante para ter uma vista 360 da cidade de Orlando.

 

Comemos e adoramos o Shake Shack e depois fomos dar uma volta no Icon park e ir passear de roda gigante. Nós compramos o ingresso enquanto estávamos no Brasil, olha a importância do planejamento aí minha gente, então só chegamos na fila e mostramos a impressão do ingresso e entramos.

 

Ao todo leva 20 minutos para a roda gigante dar a volta completa e assim você tem uma vista 360 de Orlando, é um passeio legal, principalmente pra quem está indo pela primeira vez, que era o meu caso e o do Lucas. Tiramos muitas fotos, fizemos vídeos, passeamos de carro pela redondeza e depois voltamos para o hotel descansar. 

orlando5

Dia 03-10-2022, segunda-feira, terceiro dia de viagem.

 

Na segundona nós acordamos cedo e fomos e fomos comer no Starbucks que tinha pertinho do nosso hotel e depois já partimos para os rolês do dia, que foi mais um dia de compras. Dessa vez fomos à procura dos nossos tênis e do computador do Lucas, no domingo a gente conseguiu ver mais a parte de maquiagem e roupas, como comentei com vocês é importante planejar para você conseguir aproveitar cada dia.

 

Nós fomos no Outlet Premium e rodamos por todas as lojas, encontramos os itens que queríamos e depois fomos almoçar no shopping que tem lá por perto, pois queríamos comer uma comida de verdade, sem ser fast food, então optamos por comer no Chipotle, que é uma rede de comidas mexicanas. 

 

Aproveitamos que estávamos no shopping e fomos dar uma voltinha, mas sem chance de fazer qualquer compra, pois o shopping era super chique, com lojas caríssimas, mas consegui ir em uma Sephora e fiz algumas comprinhas por lá. 

 

Saímos do shopping e fomos atrás de uma Best Buy, que é uma loja de produtos eletrônicos enorme e que contém diversos tipos de itens de tecnologia. Era o momento do Lucas encontrar seu companheiro de trabalho, ou melhor seu novo computador. Ele encontrou o item que queria, então resolvemos dar uma volta em Disney Springs. 

 

Disney Springs é o centrinho da Disney, não tem custo para entrar e é uma graça, vale o passeio por lá. No Disney Springs você vai encontrar muitas lojinhas, restaurantes e algumas atrações como música ao vivo. O local é lindo demais, vale a dica de ir conhecer mais para o fim da tarde e aproveitar para jantar em algum local por ali. 

 

Andamos muito pelo centrinho da Disney, tiramos fotos e depois voltamos para o hotel, para tomar banho, se arrumar e ir para um bar bem americano encerrar a noite.

 

Nós fomos no Mille’s, um bar que o pessoal costuma ir para assistir jogos de beisebol e assim poder curtir a partida com os amigos, acompanhado de uma cervejinha. Adoramos o local, pedimos duas cervejas e uma costelinha ao molho com batatas fritas, que estava maravilhosa. Mas, já adianto aqui, os bares de lá não são como os daqui, não dá pra ficar bebendo até virar a noite, até porque a maioria fica aberto somente até as 2h da manhã e eles não incentivam o consumo excessivo de álcool, então ao pedir sua cervejinha, vai vir um copinho de água junto e se necessário irão pedir seus documentos. Confesso que no começo me incomodei, mas depois achei excelente sempre ter água na mesa.

Dia 04-10-2022, terça-feira, quarto dia de viagem.

 

Levantamos cedinho, tomamos café na Starbucks próximo ao nosso hotel e já partimos para o nosso primeiro parque, que foram os parques da Universal Studios.

 

Nós compramos os ingressos aqui no Brasil com a Mayara da Gugelmin Turismo, na nossa pesquisa, ficou muito mais em conta fechar com essa agência do que comprar por conta própria. Nós compramos o ingresso que dá direito a frequentar os dois parques no mesmo dia e saiu R$1.250,00 por pessoa. Neste valor estão incluídos todos os brinquedos dos dois parques mais o expresso que transita entre um parque e outro. 

 

O parque ficava pertinho do nosso Hotel, coisa de 20 minutinhos, como alugamos o carro nós tivemos que deixar estacionado no estacionamento do parque que tem o valor de U$25,00 mais ou menos R$ 150,00. Pagando o estacionamento você pode deixar seu carro lá o dia todo e fica mais próximo das entradas do parque.

 

Como compramos aqui no BR os ingressos, nós tivemos que levar impresso nosso comprovante de compra e chegando no parque tivemos que fazer a troca pelo ingresso físico em um dos quiosques que fica na entrada do parque da Universal Studios.

 

Os parques da Universal Studios são incríveis, foi um dos que nós mais adoramos, os brinquedos são mais adultos, podemos dizer assim, tem montanha russa, brinquedos com imersão 3D e tem a área do Harry Potter, que pra mim, como uma boa Potterhead, não poderia deixar de ir. 

 

A área do Harry Potter é incrível e realmente faz com que a gente se sinta dentro do filme, como nós compramos o ingresso para os dois parques, a gente ainda pode andar no Expresso Hogwarts, que assim gente, vale muito a pena, me senti uma bruxa sendo levada para o primeiro dia de aula em Hogwarts, rs! Não consigo descrever para vocês o que foi poder ver tudo de pertinho, minha criança interior, que ficava doida esperando os filmes de H.P. sair, enlouqueceu várias vezes, rs!

 

Dentro dos parques tem muitas opções de comida, mas se você preferir pode levar algumas comidinhas dentro da bolsa que é liberada na entrada. A gente optou por comer algo no parque mesmo e as opções não eram as mais variadas, então comemos um hambúrguer mesmo e já foi o suficiente para aguentar o restante do dia.

 

Um ponto legal é que nos parques da Universal tem uns lockers para você armazenar a mochila para ir em alguns brinquedos, não é um espaço muito grande, mas cabe pequenas bolsas e objetos. Para usar, basta escanear o código de barras do seu ingresso que abre uma portinha, depois para pegar seus itens é só escanear novamente o ingresso que a portinha abre.

 

Os brinquedos que mais gostamos e recomendamos você ir são:

 

  • Simulador dentro do castelo de Hogwarts. Esse brinquedo é incrível, é como se você estivesse voando na vassoura junto com o Harry, é muito legal. 

  • Montanha-russa RIP RIDE ROCKIT, essa foi a montanha-russa que o Lucas mais gostou e achou radical, gostou mais do que a do Hulk que é uma das mais famosas.

  • Simulador dos Simpsons, cara, eu não dava nada por esse brinquedo, mas foi surpreendentemente legal e com uma leve adrenalina. 

  • Simulador do Homem-Aranha, é muito gostosinho, é como se você estivesse fugindo dos vilões do filme do Homem-aranha e assistindo de camarote ele salvar a cidade. 

 

E claro, além dos brinquedos, vale muito você tirar um tempinho para passear por toda a área do Harry Potter. O parque possui mais brinquedos, mas esses foram os que a gente mais gostou e repetiu a dose. 

 

Uma dica muito importante, as filas nos parques são quilométricas, mas nos parques da Universal tem a fila SINGLE RIDER, que é a fila para pessoas irem sozinhas nos brinquedos, você vai na cadeira que sobrou, e essa fila é 3x mais rápida do que a fila tradicional, a questão é que se você tiver em família, você não irá com ninguém do grupo.

 

Eu digo que os parques da Universal Studios são mais para crianças maiorzinhas, adolescentes e adultos e com certeza será um parque que irei novamente. 

 

Nesse dia da ida aos parques da Universal, a gente andou tanto, mas tanto que chegou o final do dia estávamos esgotados, apenas querendo comer algo e dormir. Pra vocês terem uma noção, nesse dia andamos um total de 20km, então minha amiga, vá com roupas e sapatos confortáveis e leve uma garrafinha d’água. 

orlando7

Dia 05-10-2022, quarta-feira, quinto dia de viagem.

 

Acordamos cedo e fomos tomar café em um lugar com aquela vibe “estou na américa”, rs! Dessa vez escolhemos o IHOP. 

 

O IHOP é um lugar bem tradicional de café da manhã, tem muita opção de comida. Nós pedimos ovos mexidos, batatas assadas, bacon, linguiça e torradas com blueberry e para acompanhar muito café. Tudo estava delicioso e o atendimento foi muito bom. 

 

Depois de tomarmos café partimos para o nosso segundo parque da viagem que era o Magic Kingdom. 

orlando8

Os ingressos dos parques da Disney nós compramos por conta própria, através do próprio site da Disney e assim saiu muito mais barato do que comprando por agência. Nós pagamos U$ 150,00 em cada ingresso, que dá mais ou menos R$ 750,00 por pessoa, isso é claro na cotação que pagamos no dólar. 

 

Como compramos online, quando chegamos no parque tivemos que ativar o nosso ingresso indo até um ponto de atendimento, foi bem rápido essa parte, e assim que você ativa o ingresso, você consegue entrar tranquilamente no parque.

Ai gente, entrar no Magic Kingdom é basicamente entrar em um dos filmes da Disney, tudo muito lindo, fofinho, limpo e organizado. Realmente a magia acontece. 

 

O parque Magic Kingdom, eu considero, um parque excelente para crianças, é aquele local de levar toda a família, os brinquedos são mais levinhos, um ou outro, tem uma aventura, mas é coisa light. 

 

A criançada ama, pois tudo ali é pensado para elas. Além dos brinquedos, durante o dia acontecem vários desfiles e apresentações dos personagens da Disney, e olha gente, eu adulta, sem nenhuma criança viajando comigo, pois viajou somente eu e meu marido, amei demais cada show que acontecia ao longo do dia. Realmente ali tem uma energia diferente, que nos contagia, mas tem perrengue também,rs!

 

O Magic Kingdom foi o parque mais lotado que a gente foi, e assim, tinha muita gente, muita mesmo, parecia um formigueiro, então as filas dos brinquedos estavam absurdas de longas, pra vocês terem uma ideia, eu e o Lucas fomos em um brinquedo que a fila durou duas horas. Então, se programem, pois lá é uma loucura, muita gente e logo, as filas são longas.

 

Falando sobre os brinquedos nós fomos em alguns, e aqui vou compartilhar os que valeram a pena enfrentar a fila:

 

  • Space, esse brinquedo me surpreendeu muito, pois a gente foi sem saber o que era, e assim é muito legal, é uma mini montanha-russa no escuro, a ideia é você sentir como se estivesse indo ao espaço, é muito divertido. 

  • Montanha-russa dos 7 anões, só pra deixar claro, quando eu falo montanha-russa no Magic Kingdom não pense que é algo super doido, que dá medo, são brinquedos mais basiquinhos para crianças pequenininhas irem, então é tudo muito tranquilo. Essa dos 7 anões é muito legal e bonita, dá um friozinho na barriga, mas é muito gostosinha de ir.

  • Apresentação 3D do Pato Donalds, esse não é brinquedo é um show, você entra em uma espécie de teatro, coloca um óculos e assiste a apresentação que é bem divertida, fofinha e vale a pena.

 

Uma dica muito importante, quando se fala em parques da Disney é, USEM E ABUSEM DO APLICATIVO DA DISNEY, pois é através dos aplicativo que você vai conseguir se organizar melhor para o parque, por lá você consegue ver os tamanhos das filas, consegue comprar sua comida, ver o horários das atrações. Então, assim que comprar o ingresso já baixa o app dos parques da Disney. 

No final do dia, acontece o show de fogos no castelo da Cinderela, que assim meu povo, tem que assistir. É lindo demais, fiquei super emocionada, é muito lindo! 

Eu adorei o Magic Kingdom, mas confesso que não foi meu parque preferido, não voltaria novamente, a não ser para levar meus futuros filhos, mas ir só eu e mozão não vale a pena na nossa visão, pois como comentei, é um parque bem pensado para as crianças.

Depois de passar o dia no parque, chorar assistindo o show de encerramento, nós fomos para o hotel descansar. 

orlando10

Dia 06-10-2022, quinta-feira, sexto dia de viagem.

 

Acordamos e já fomos para o parque. Nesse dia nós tomamos café no hotel, compramos algumas coisas no dia anterior no Walmart, e assim podemos dar uma economizada e comer algo diferente. 

 

Nessa quinta-feira nós fomos para o parque Hollywood Studio, também da Disney. E novamente o valor do ingresso foi U$ 150,00 e também pagamos o estacionamento que foi U$ 25,00 e para este parque nós compramos o fura fila.

 

O fura fila você compra pelo aplicativo da Disney, o valor que pagamos foi U$ 15,00 por pessoa, mas já aumentou para U$ 22,00 por pessoa. O fura fila, possibilita que você fure a fila de alguns brinquedos e assim não passe horas esperando para curtir determinada atração. Mas atenção, tem algumas regras para usar o fura fila, como: você não pode agendar todos os brinquedos de uma vez, tem que ser um de cada vez e tem um limite de pessoas que podem furar a fila.

 

Porque resolvemos comprar o fura fila para este parque? Pois esse já tem brinquedos mais emocionantes, que nos interessavam mais, então como a gente queria ir em vários, resolvemos comprar o fura fila para poder aproveitar com mais calma. 

 

O Hollywood Studio é muito lindo, eu amei demais, ele lembra muito Hollywood nos anos 60, é muito bonito, eu fiquei encantada, e é lá no Hollywood que tem a parte do Star Wars, que assim como a área de Harry Potter, é incrível, uma imersão no filme.

 

Toda a área de Star Wars é muito legal, é como se você entrasse no filme e por lá tem alguns brinquedos também que valem a pena ir, pois são bem tecnologicos e interativos, nós adoramos.

 

Nesse parque também tem a área do Toy Store que é muito fofa e legal, nessa parte também tem alguns brinquedos e nós adoramos todos que tem por lá, pois são bem interativos e divertidos. 

 

Então esse parque tem vários setores e um é completamente diferente do outro e isso é muito legal, parece que estamos entrando em mundos diferentes. 

 

Olha, eu amei demais o Hollywood Studio, com certeza voltaria super, é lindo e divertido, com mundos completamente diferentes. E ah, e nesse parque foi o único local que eu encontrei comida, comida, sem ser fast food. 

 

Por conta do fura fila, nós conseguimos aproveitar muito o parque, fomos em todos os brinquedos que a gente queria e conseguiu sair mais cedo do parque e assim aproveitar a noite de Orlando, literalmente saímos passeando sem rumo pela cidade.

Dia 07-10-2022, sexta-feira, sétimo dia de viagem.

 

Neste dia fomos ao nosso último parque, que era o Animal Kingdom, também da Disney. Novamente, o ingresso também custou U$ 150,00 e compramos sozinhos pelo site da Disney mesmo. Como em todos os outros dias nós também deixamos o carro no estacionamento do parque e isso teve o custo de U$ 25,00. 

O Animal Kingdom é o maior parque da Disney e ele basicamente é a atração principal, pois todo o parque é como se fosse estivesse conhecidos povos nativos morando em diferentes florestas. O parque em si não possui muitos brinquedos, pois como comentei o próprio parque é uma atração, então conforme você for andando pelo parque, você verá diferentes tipos de animais e apresentações.

Eu achei lindo esse parque, é um mergulho na floresta, com paisagens bonitas e vários animais soltos pelo parque. Dos brinquedos que fomos, tem dois que adoramos e recomendamos muito ir.

  • Passeio de safari. O parque tem um vasto espaço com diferentes tipos de animais selvagens, que ficam soltos pelos campos, então você pode pegar um carrinho e passear por esses campos e assim ver os animais silvestres em seus habitats naturais. É bem legal, a gente conseguiu ver vários animais de perto, uma experiência diferente. 

  • Simulador de voo do Avatar. Neste parque tem a área do filme Avatar que é incrível, eu amei! Esse brinquedo foi um dos meus preferidos, pra quem assistiu o filme, sabe que os Avatares possuem alguns animais que eles se conectam e assim conseguem voar ou andar com os bichos, nesse brinquedos e como se fosse você um avatar, encontrasse seu pássaro de voo e saísse com ele pela floresta voando, é incrível demais gente. O simulador é perfeito, a sensação de estar voando é incrível, valeu as quase três horas de fila. 

Por ser um parque que não tem muitas atrações radicais, acaba sendo um parque mais tranquilo de ir, você anda com calma, não fica em tantas filas e aproveitar o contato com a natureza, foi excelente encerrar nossa jornada de parques por ele, valeu a pena. 

Depois de curtir o Animal Kingdom nós fomos jantar em um restaurante bem americano, uma Steak house, chamada Longhorn. Neste local pedimos uma bela carne, arroz, aspargos assados, cervejinha da região e de sobremesa um cheesecake de chocolate, e assim apesar do tempero ser bem diferente do que estamos acostumados no Brasil, eu achei a comida deliciosa. Tudo estava bem saboroso e o atendimento foi incrível. 

Dia 08-10-2022 sábado, oitavo dia de viagem.

 

No sábado nós acordamos cedo e resolvemos repetir a dose no IHop, cafeteria local que tinha uma comida maravilhosa de café da manhã. Depois resolvemos ir ao centro da cidade de Orlando e passear pelos bairros.

 

O que acontece, Orlando tem duas versões, pra quem fica somente ali na região dos parque, terá uma visão de turista, tudo incrível, organizado e tem o centro, centro mesmo, onde os locais trabalham e vivem, então nós resolvemos passar o dia conhecendo aquela região de Orlando que não é tão conhecida assim. 

 

E bom, como em qualquer outra cidade grande, Orlando tem seus pontos positivos e negativos ne? O centro da cidade até é bem organizado, mas fedia xixi e também encontramos alguns moradores de ruas que pareciam estar bem drogados deitados nos cantos da cidade. Me senti segura andando pelo centro, vimos bastante carros da polícia e o pessoal na correria de trabalho.

 

Depois de passear no centro nós fomos para os bairros residenciais e foi muito divertido poder olhar as casas, como era o mês de outubro, alguns quintais estavam com decoração de Halloween. É legal dar essa volta, pois vemos coisas diferentes do nosso dia a dia, como: as casas sem muros, portões, algumas com a porta aberta bem de boa, senhores de idade arrumando as garagens, bem coisa de filme sabe?

 

Nós passamos o dia perambulando pela cidade de Orlando, aproveitamos para comprar alguns itens que faltavam e depois voltamos ao bar MIlleˋs, pois adoramos o local e resolvemos nos despedir da cidade, tomando uma cerveja local.

orlando14

Dia 09-10-22, domingo último dia de viagem.

 

Domingo foi a nossa despedida, deixamos o hotel bem cedo, tomamos café no Starbucks e fomos em direção ao aeroporto, pois tínhamos um prazo de horário para devolver o carro.

 

AH, também foi hora de abastecer o carro, pois no contrato tínhamos que devolver o carro com tanque cheio e essa hora dá aquele medo nè? Pois, em Orlando não existe frentista, mas olha gente, é super tranquilo, nós pesquisamos no Youtube, como abastecer o carro em posto americano, seguimos o tutorial e pronto, deu tudo certo, rs!

 

Foi tudo muito tranquilo, tanto na saída do hotel, quanto na devolução do carro. Depois nós ficamos no aeroporto esperando nosso voo e assim voltar ao Brasil. claro que teve aquele perrengue né? Nosso voo atrasou 4 horas, chegamos super tarde, foi uma pequena confusão no aeroporto, mas no final, deu tudo certo, o que é uma viagem sem perrengue não é mesmo? 

 

Assim foram nossos dias em Orlando! Vale a pena conhecer este lugar viu? e aqui abaixo eu deixo algumas dicas:

 

  • Se você não fala inglês, fica tranquilo que dá super pra se virar com o Google tradutor, meu marido não fala muito inglês (ele está aprendendo) e conseguiu se virar com maestria em diversos momentos.

  • Não use cartão dos bancos brasileiros , se você usar irá pagar taxas altas para a conversão do dólar, fora a taxa do cartão, então vá com dinheiro ou tenha um cartão de algum banco americano. 

  • Lá é muito comum pagar gorjeta para tudo, então tenha sempre dinheiro trocado na carteira e se você não dar a gorjeta o pessoal pergunta o que aconteceu de errado, então já se prepare, pois, a gorjeta não é apenas para o garçom e para todos os prestadores de serviço: garçom, camareira, manobrista, uber…

orlando15

E isso meu povo, espero que vocês tenham gostado de saber mais sobre essa viagem, que foi incrível, foi a nossa primeira vez em Orlando e já temos planos para voltarmos e conhecermos alguns locais que não deu tempo de irmos dessa vez. Obrigada por ler até aqui, um beijo Naiady Souza.

Está gostando? Compartilhe...

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on pinterest

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Últimos Posts